Essência do queijo Ribeirão

Quais são os benefícios da pimenta?


Muito utilizada como tempero, a pimenta (acredite ou não) faz muito bem para a saúde. Isso porque, possui ação antimicrobiana, anti-inflamatória e anticancerígena, o que melhora a digestão, diminui os níveis de colesterol no sangue e, por ter efeito termogênico, acelera o metabolismo, contribuindo para o emagrecimento.


 

Benefícios da pimenta

Emagrecimento: Por ser um alimento termogênico, a pimenta colabora com o aumento do gasto calórico do organismo durante a digestão e o processo metabólico. A substância responsável por essa ação é a capsaicina, que aumenta a taxa metabólica em até 20%.

No entanto, é preciso ter cuidado e, assim como tudo na vida, consumir com moderação. Se você tiver gastrite, por exemplo, a ingestão de pimenta não é recomendada. Caso coma e sinta algo anormal, não consuma mais e, se os sintomas persistirem, procure um médico.


Câncer: De acordo com uma pesquisa publicada no The Journal of Cancer Research dos Estados Unidos, em 2006, a capsaicina (nutriente presente na pimenta) induz a apoptose (morte celular programada) em células do câncer de próstata. Nesse sentido, ficou confirmado que a pimenta contribui para evitar a proliferação do câncer.

Além disso, alguns estudos, entre eles um publicado na National Academy of Sciences of the United States of America, sugerem que a capsaicina também reduz o aumento de tumores nas mamas e ovários.


Coração: De acordo com uma pesquisa realizada pela Pontifícia Universidade Católica, do Rio Grande do Sul, a capsaicina também ajuda a diminuir os níveis do colesterol ruim, o LDL.

Além disso, por ter ação vasodilatadora e aumento da excreção fecal de gorduras, a pimenta também ajuda a reduzir coágulos no sangue. O resultado disso é a redução do risco de problemas do coração como hipertensão e infarto.


Dentes:  Além de ser rica em vitamina C, o que promove resistência aos dentes e ossos, a pimenta estimula a salivação, neutralizando, assim, os ácidos da saliva, o que protege os dentes e a gengiva


 

Qual é a quantidade recomendada de pimenta?

Não existe uma recomendação diária de pimenta. No entanto, como já mencionado, não pode ser consumida exageradamente, principalmente por quem possui problemas gastrointestinais, como gastrite, úlcera e refluxo.


 

Como consumir a pimenta?

Você pode consumi-la em diversas versões, confira algumas:


- Molhos

- Em conserva

- Geleia

- In natura

- Desidratada

- Páprica


 

Na Essência do Queijo, bem no coração de Ribeirão Preto, você encontra uma diversidade de tipos de pimenta com a melhor qualidade e um excelente atendimento. Para conferir dicas como essa, basta acessar nosso blog e ver nossas matérias.